Ariadnes

Resumo: Este projeto de ação afirmativa se alicerça na força do testemunho jornalístico de sobreviventes de violência de gênero no ambiente universitário, tanto na esfera pessoal, de quem sobrevive ao trauma, quanto na esfera pública, que precisa ouvir os relatos da violência como parte de um processo de mudança cultural do modo como os corpos das mulheres, da comunidade LGBTTQI+ são tratados no mundo e, sobretudo, no ambiente acadêmico.

O projeto propõe a escuta jornalística sensível, empática e treinada de testemunhos de sobreviventes de variados tipos de violência de gênero no ambiente universitário para a produção de relatos escritos desses testemunhos e de vídeos curtos com a leitura desses escritos. Busca-se utilizar as ferramentas comunicacionais e jornalísticas do testemunho, da escuta, da apuração e da redação humanizada no processo produtivo. Também serve de norte a ideia do jornalismo como partícipe da esfera pública, para atuar como iniciativa de prevenção, conscientização e combate à violência de gênero na universidade, assim como de ajuda a quem sobrevive, por meio do texto e do audiovisual.

Coordenadores: Karina Gomes Barbosa e André Luís Carvalho
Bolsistas: Emily Soares, Hannah Carvalho, Jean Lourenço

Anúncios