Projeto de extensão recebe depoimentos de crianças durante quarentena

(Da ACI/Ufop) – Com o calendário acadêmico da UFOP suspenso, as ações de extensão seguem as atividades adaptando-se à nova realidade. O programa “Sujeitos de suas histórias” é um deles, e se concentra agora no recolhimento de relatos de crianças durante o período de isolamento social.

“Como nosso programa de extensão trabalha junto a diversas comunidades, com o protagonismo dos sujeitos nos processos comunicativos, queremos que as crianças nos relatem essas experiências, das maneiras que quiserem e nas linguagens que dominarem”, conta a coordenadora do programa e professora do departamento de jornalismo, Karina Gomes Barbosa.

Podem ser enviados depoimentos de crianças de até 12 anos. Se a criança for muito pequena, um adulto pode mandar um áudio ou escrever pela criança, desde que deixe clara essa mediação. Podem ser textos (incluindo poesias, crônicas, notícias, anedotas, dicas de leitura, filmes, brincadeiras), fotos, vídeos, áudios, desenhos, quadrinhos ou colagens.

Devem ser enviados também o nome completo, idade e cidade da criança. Fotos também podem ser incluídas e não precisam ser da criança. Por exemplo, uma foto da janela, do brinquedo, um print da tela do tablet/celular, do quarto ou do espaço do brincar podem servir para ilustrar os depoimentos.

Segundo Karina, as crianças têm muito a dizer sobre a pandemia. “As crianças têm na ponta da língua explicações sobre o que é coronavírus, isolamento social e quarentena. Elas contam das atividades que vêm fazendo em casa e da saudade que sentem dos colegas e amigos”. Como sugestão, as crianças podem responder a perguntas do tipo: o que é o coronavírus/covid-19? Elas sabem por que não estão na escola? Do que estão com saudade? Do que estão gostando desse período? Do que não estão gostando? O que estão sentindo?

O material pode ser enviado pelo Facebook, por email (para karina.barbosa@gmail.com ou adlcarvalho@gmail.com) ou pelo WhatsApp, para o número: (61)98150-0602. Os depoimentos serão publicados no Facebook e no site do projeto e na página do projeto de extensão Curiá.

SUJEITOS DE SUAS HISTÓRIAS – O programa de extensão foi criado em 2015 e está ligado ao curso de Jornalismo da UFOP. Tem o objetivo de situar comunidades de Mariana — moradores da cidade e sujeitos atingidos, direta ou indiretamente, pelo rompimento da barragem de Fundão — como cidadãos, protagonistas nos processos de leitura, crítica, produção e circulação de narrativas verbo-visuais, audiovisuais, informativas, educativas e lúdicas. Em 2019, o programa conta com cinco ações extensionistas vinculadas, coordenadas pelos professores André Luís Carvalho e Karina Gomes Barbosa e pela técnica-administrativa Luana Viana.

Por Letícia Santo, com edição de Lígia Souza, da ACI/Ufop

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s