Oficinas levam diversão e conhecimentos de gênero às crianças da Escola Municipal Bento Rodrigues

Corrida do ovo injusta demonstra de maneira lúdica desigualdades de gênero. Foto: Maic Costa.

Na quarta-feira 29 de agosto, o projeto Novos Sujeitos de Futuras Histórias, integrante do programa Sujeitos de suas histórias, realizou atividade na Escola Municipal Bento Rodrigues, com as turmas do 1º e 2º anos da Educação Infantil, mas com uma pequena diferença: para melhorar a fluidez das oficinas e a absorção do assunto pelas crianças, as atividades agora são aplicadas separadamente.

Os primeiros a receberem as estudantes do curso de Jornalismo da Ufop foram as crianças do 2º período, que têm cerca de 5 anos. Como os alunos eram os mesmos que já participavam do projeto em 2017, houve um reencontro cheio de carinho e saudades. A primeira dinâmica foi a do barbante, pensada para uma reapresentação às crianças e para conhecer os alunos e as alunas novos da turma. As crianças adoraram! À medida que cada um falava o nome e uma coisa que gostava de fazer, o barbante formava uma espécie de teia, o que fez a imaginação aflorar. Várias histórias divertidas surgiram.

A segunda dinâmica foi a brincadeira injusta: corrida do ovo. Uma atividade simples mas eficaz, que reflete sobre as desigualdades de gênero. As crianças tinham de percorrer a quadra de esportes com uma colher na boca equilibrando uma bolinha de isopor. Só que com um detalhe: a bolinha dos meninos estava presa na colher. Como resultado, os meninos chegavam sempre na frente das meninas. No final da atividade o segredo foi revelado e deixou as meninas inquietas. Elas perceberam o quão injusta era a situação. As bolsistas do projeto explicaram como a brincadeira se relaciona com a posição que a mulher ocupa na sociedade.

As mesma oficinas foram aplicadas também com o primeiro ano, entre 9h30 e 11h30. Como eles são mais novos, cada atividade foi explicada detalhadamente. No final, as crianças aprenderam de maneira lúdica e divertida como as diferenças de gênero são injustas e prejudicam principalmente as mulheres.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Texto: Karina Peres

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s